Especialidades Médicas que Tratam a Menopausa

Está na dúvida sobre qual médico procurar para tratar da menopausa? Leia aqui!

Quais especialidades médicas que tratam os sintomas da menopausa?

Os sintomas da menopausa são freqüentemente tratados por um ginecologista da mulher. Os prestadores de cuidados primários, incluindo especialistas em medicina familiar e internistas, também podem tratar os sintomas da menopausa.

Quais são as complicações e efeitos da menopausa em condições médicas crônicas?

Osteoporose

A osteoporose é a deterioração da quantidade e qualidade do osso que causa um risco aumentado de fratura. A densidade do osso (densidade mineral óssea) normalmente começa a diminuir nas mulheres durante a quarta década de vida.

No entanto, esse declínio normal na densidade óssea é acelerado durante a transição da menopausa. Como conseqüência, a idade e as alterações hormonais devido à transição da menopausa atuam em conjunto para causar osteoporose.

O processo que leva à osteoporose pode operar silenciosamente durante décadas. As mulheres podem não estar cientes de sua osteoporose até sofrer uma fratura dolorosa. Os sintomas são relacionados à localização e severidade das fraturas.

Tratamento da osteoporose

O objetivo do tratamento da osteoporose é a prevenção de fraturas ósseas ao diminuir a perda óssea e aumentar a densidade e a força dos ossos.

Embora a detecção precoce e o tratamento atempado da osteoporose possam diminuir substancialmente o risco de fratura futura, nenhum dos tratamentos disponíveis para a osteoporose são curas completas para a condição.

Portanto, a prevenção da osteoporose é tão importante quanto o tratamento.

O tratamento da osteoporose e as medidas de prevenção são:

  • Mudanças de estilo de vida, incluindo cessação do tabagismo, redução da ingestão de álcool, exercício regular e consumo de uma dieta balanceada com cálcio e vitamina D adequados.
  • Os suplementos de cálcio e vitamina D podem ser recomendados para mulheres que não consomem quantidades suficientes desses nutrientes.
  • Os medicamentos que interrompem a perda óssea e aumentam a força óssea incluem alendronato (Fosamax), risedronato (Actonel), ibandronato (Boniva), ácido zoledrônico (Reclast), raloxifeno (Evista), denosumab (Prolia) e calcitonina (Calcimar). Teriparatide (Forteo) é um medicamento que aumenta a formação óssea.

Doença cardiovascular

Antes da menopausa, as mulheres têm um risco diminuído de doença cardíaca e acidente vascular cerebral quando comparado com homens. Em todo o tempo da menopausa, no entanto, o risco de doença cardiovascular aumenta. A doença cardíaca é a principal causa de morte em homens e mulheres nos EUA.

As taxas de doença cardíaca coronária em mulheres na pós-menopausa são duas a três vezes maiores que nas mulheres da mesma idade que não atingiram a menopausa.

Este risco aumentado de doença cardiovascular pode estar relacionado à diminuição dos níveis de estrogênio, mas à luz de outros fatores (ver seção de tratamento abaixo), as mulheres pós-menopáusicas não são aconselhadas a tomar terapia hormonal simplesmente como medida preventiva para diminuir seu risco de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral.

Antes de tomar qualquer remédio para combater a menopausa, consulte um médico.